terça-feira, 28 de julho de 2009

Só hoje pude perceber como é difícil atualizar um blog. Principalmente quando não há nada para atualizar. Ultimamente os dias são tão cinzentos em minha cidade.... Justamente hoje descobri como os bubbaloos perdem rápido o sabor, como qualquer outro chiclete cinco centavos mais barato e, este inverno, está sendo realmente cruel nas entranhas da minha Los angeles da Boca do Monte; sendo cruel com a minha gente. Hoje realmente estou com frio, cansado de mascar este chiclete sem sabor e com medo de postar qualquer texto neste lugar chamado blog. Embora, é mister que o faça. Além do mais, ando tendo dificuldade na minha aprendizagem do diálogo dos pássaros; minhas framboeseiras parecem não resistirem até a primavera, e esta tinta azul França não sai das minhas mãos e unhas há uma semana (lembranças do dia em que quis fazer meu quarto voar) –ainda lembro do ritmo despencando madrugada adentro. Medo, palavra sem carinho, "triste como a morte dos macacos". Palavra cinza como céu violento, verdadeira como o presente, chata como a verdade, e sem graça como esse texto fajuto.